segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O Parto -

Depois do post pesadíssimo de ontem, vale um mais leve pra gente celebrar junto os feitos do Senhor. Chegamos na Maternidade as 8h30, segunda-feira dia 16.
Estavamos ansiosos, porém felizes e confiantes de que Deus estava prestes a completar sua boa obra em nossa vida e assim foi.
A enfermeira veio logo me buscar pra eu me preparar para ir ao centro cirurgico, meu marido tambem foi se paramentar num outro andar. Aguardei ele num quarto com uma cama e tv estava tudo tranquilo, ele logo chegou, eu sentia só um friozinho na barriga...rs
Então vieram me buscar para o centro cirurgico, la vi minha médica e conheci a anestesista, por quem eu vinha orando há alguns meses..rs...depois de tanto relato de dificuldades com a anestesia passei a orar..
A anestesista foi quem colocou um "acesso" no meu braço porque a enfermeira não conseguiu, doeu muuuuito, o acesso não é mais com uma agulha mas com um cateter flexivel pra que a "mamãe"tenha mobilidade para pegar o bebe...moderno, não?!
Doeu tanto que pensei, misericordia, quando for a anestesia não quero nem ver...para minha surpresa não doeu nada, foi muito tranquilo e mais rápido do que pensei eu tava anestesiada, a anestesista pediu que eu ficasse com as pernas "tipo borboleta" sabe? E depois de anestesiada durante todo o parto mesmo estando com as pernas retas fiquei sentindo as pernas na posição que estava quando me anestesiaram, cheguei a perguntar se minha perna tava reta....rs
Logo depois da anestesia tive uma queda de pressão, avisei, e fui imediatamente medicada e em minutos eu tava nova...hehe...fiquei feliz quando o marido chegou. Ele me perguntou se a Dra. ía avisar quando ela começasse, então perguntei a ela e todo mundo riu...(todo mundo = equipe que estava no centro cirurgico), ri também não entendi, mas fui na onda, então minha médica disse: Era pra avisar?
Ou seja ela ja tinha começado, então depois da minha pergunta aprox 5 minutos ela disse: O Papai quer ver tirar o bebe? E então ouvi um choro muito forte e não pude me conter, desandei a chorar também eu e meu marido, e logo trouxeram nosso filhinho, chorando muito, todo inchadinho o pobrezinho e eu me espantei por seu tamanho, como era pequenininho...sua boquinha minuscula, colocaram ele perto de mim e eu então falei com ele, imediatamente ele parou de chorar, perguntei se ele conhecia minha voz, e ali prometi a ele que com a graça do Pai eu sempre, sempre estaria com ele e que nunca, nunca o deixaria.
Meu marido o acompanhou para o primeiro banho e eu fiquei no pós-operatório por uma hora, antes de ir para o quarto.
O parto foi um sucesso, sem intercorrências, uma benção. A sensação de ouvir o bebê é indescritível, eu pensava esse é o choro de quem ficou 38 semanas na minha barriga me fazendo sonhar...Apesar do estresse que passamos o importante mesmo é que meu pequenino tá aqui, um anjinho, dormindo do meu ladinho.Agradeço todas as orações, louvo a Deus porque sua obra se cumpriu com perfeição em nossas vidas e agora posso dizer: Que a glória da segunda casa foi e é maior que a primeira em nossas vidas!
Obrigada Jesus, que cada uma das vitórias que tivemos seja incentivo e benção para aumentar a fé de todas vocês.

Bjo grande

3 comentários:

Simply Cintia disse...

que história linda! parabéns mamãe!!!

Eloise disse...

Emilie

quando li a outra postagem fiquei preocupada...nossa sei como é ver um filho na UTI neo...ficamos sem chão, mas çlouvado seja o Senhor, pois foi só um susto né amiga...

Que emoção deve ter sido, escutar este chorinho né...Deus é Fiel.

Linda a foto tb...vçs merecem essa alegria...Deus é bom demais.

Estarei sempre aqui te acompanhando, sei que agora tera menos tempo pra net, mas é por uma boa causa, mas estarei aqui...mais uma vez...parabéns aos pais.

Bjs e Jesus é o nosso Senhor

☆♥ Rô ♥☆ disse...

Amiga, confesso que quando li o ultimo post me deu uma angustia, uma vontade de abraçar vc, de poder te apoiar, mas no momento seguinte, pensei em Deus, seu maior suporte que tem braços e mão pra te acolher e dar mta força, foi assim que me peguei a orar. Espero que agora o Luquinha esteja bem e o susto lá no passado. Achei lindo o seu relato do parto, simples e emocionante, ouvir o chorinho do bebê pela primeira vez é o desejo de toda mamãe,neh. E não tem como não cair no choro...
Estamos em Miami agora fazendo o enxoval do Miguelito e com fé em Deus na proxima semana estaremos de volta, até lá quando a internet colabora eu consigo acessar o blog pra ter noticias de vcs.
Um beijo grande em vc e outro no Lucca.